Soto Zen – em Português

Nome da Escola (Shumei) – Sotoshu – Escola Soto Zen

Tradição (Dento)A Escola Soto Zen transmite o verdadeiro Dharma (Budista) de Shakyamuni Buddha ao longo da Ancestralidade.
A Escola Soto Zen se empenha por transmitir o verdadeiro Buddha-Dharma transmitido geração após geração através de nossa linhagem de antepassados, desde o fundador da doutrina, Shakyamuni Buddha, até os dias atuais.

A Fundação da Escola no Japão (Nihon Kaishu) – “A Escola Soto Zen reconhece dois eminentes Ancestrais como nossos fundadores, Dogen Zenji e Keizan Zenji. A essência da Escola Soto Zen foi transmitida da China, há oitocentos anos, durante o período Kamakura, por Koso Dogen Zenji. O quarto ancestral japonês da escola foi Taiso Keizan Zenji, que foi fundamental para aprimorar os ensinamentos e expandir a escola”. – Transcrição de https://global.sotozen-net.or.jp


Zazen

Práticas:

Zazen – Meditação no estilo Zen, postura sentada – em uma almofada, banco ou cadeira.

Kinhin – Meditação no estilo Zen, caminhando lentamente em sincronia com a respiração.

Oryoki – Estilo formal de servir e comer refeições praticadas nos templos Zen.

Samu – A prática do Zen nas ações, o serviço como expressão de compaixão.

Zazenkai – Um retiro Zen tradicional é uma prática de introspecção e observação profunda de si mesmo. Em um Retiro Zazenkai, praticamos o Nobre Silêncio – falando apenas o mínimo indispensável durante as atividades em conjunto. Ao longo do dia, fazemos vários períodos de meditação sentada (Zazen) e caminhada (Kinhin), serviços em plena atenção (Samu), refeição formal (Oryoki) e liturgias com leitura de Sutras. Também compartilhamos ensinamentos budistas para a vida diária (Dharma). Um Zazenkai é uma excelente oportunidade para aprofundar nossa Prática enquanto nos engajamos no silêncio e concentração. Para uma participação mais frutífera, é aconselhável alguma experiência prévia em meditação (não necessariamente no estilo Zen).

Cerimônia de Fusatsu (Arrependimento) – Fusatsu é a cerimônia do arrependimento na tradição Zen. O arrependimento nos leva a uma grande pureza. Esta é a força do arrependimento. É também o compromisso de transformar o carma prejudicial em carma benéfico, de reconhecer a responsabilidade pelas ações, de corrigir os próprios equívocos, e usar os antídotos da generosidade, da compaixão e da sabedoria contra os venenos da ganância, da raiva e da ignorância.

Cerimônia de Kuyô – Cerimônia de dedicação dos méritos de nossas práticas e orações em benefício de pessoas, animais ou outros seres sencientes, vivos ou falecidos, saudáveis, doentes ou em sofrimento. Se você gostaria de dedicar a Cerimônia a alguém, basta enviar seus nomes para zurichzencenter@gmail.com, informando se estão vivos ou falecidos.